segunda-feira, 14 de abril de 2014

TAÇA SPORT ZONE XCO 2014 - CLASSIFICAÇÕES FINAIS

A Taça SPORT ZONE em XCO foi uma das mais emotivas de sempre, senão mesmo a mais emotiva. Houve luta até final em praticamente todos os escalões. Mesmo os lideres das categorias onde havia algum conforto na liderança, não podiam cometer excessos, sob pena de comprometer a vitória na Taça.

Gorreana 2014

O exemplo mais flagrante do que está dito no parágrafo acima, foi a disputa pela vitória no escalão de elites. Foi emoção até aos metros finais. André Arruda e Roberto Gandarinho terminaram a Taça com os mesmos pontos. A vitória acaba por ser entregue a André Arruda por ter obtido duas vitórias na Taça, contra apenas uma de Roberto Gandarinho. Nunca tinha acontecido uma situação destas em 9 anos de competições oficiais de XC em São Miguel. Parabéns a ambos.

Em Masters 30, David Morais renovou o título, mas teve de lutar com um Nuno Silva que venceu duas das três provas, mas que foi demasiado irregular no seu desempenho. David Morais foi mais consistente e venceu três. Fizeram ambos uma Taça à parte de todos os outros, pelo ritmo impressionante que impuseram nas 5 provas da Taça. Estão também de parabéns pelo espectáculo proporcionado.

Em Masters 40/50, venceu um "rookie". Nuno Melo conquista a Taça na sua estreia nesta categoria. Um triunfo que se foi desenhando aos poucos, prova após prova, mas merecida em função da forma como encarou esta competição. Mais do que pela exuberância, as vitórias muitas vezes conquistam-se pela regularidade e consistência. Coroou a sua vitória na Taça com uma vitória (a sua primeira) na última prova!

Relativamente aos mais novos, e começando pelos Juniores, João Viveiros foi o único a vencer nas 5 provas da sua categoria. Foi um atleta que evoluiu muito, não só em termos físicos, mas sobretudo em termos técnicos. Deu nas vistas nesse capítulo.

Em Cadetes, foi bonita a luta dos atletas do CD Metralhas. Fábio Castro conquistou a vitória e teve andamento para justificar o título. Mas ficou igualmente na retina o desempenho do Pedro Machado, que foi subindo de nível ao longo da Taça. Temos jovens com talento. Cabe a todos nós (associação, clubes, dirigentes) continuar a proporcionar a estes jovens as condições possíveis para o seu crescimento.

Colectivamente, a vitória coube à formação da Efapel Santa Clara. Acabou por ser uma vitória mais suada que o inicialmente previsto, mas com isso ganhou o espectáculo.

De XCO estamos conversados. As competições de BTT prosseguem a partir de 4 de Maio com a realização nas Sete Cidades da primeira prova da Taça de Resistência. Pormenores serão divulgados muito em breve.

Fiquem atentos!

CLASSIFICAÇÕES FINAIS - TAÇA SPORT ZONE

0 comentários:

Enviar um comentário

Twitter Delicious Facebook Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | SharePoint Demo